Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Dono do porco ‘inocente’ ‘vai se ver’ também com ação trabalhista

Publicado

em

A família do caseiro Antônio Marcos Vieira Gomes, morto em uma pocilga situada na Vila da Guia, zona sudeste de Teresina, no dia 21 de novembro de 2023, já contratou advogado trabalhista para entrar com uma ação trabalhista indenizatória contra o dono da pocilga em que Antônio Marcos foi encontrado morto.

CLIQUE AQUI PARA SEGUIR O CANAL DO PORTAL WALCYVIEIRA NO WHATSAPP

Agora, além de ser investigado sob suspeita de matar Antônio Marcos, o dono da pocilga também está na mira da Justiça do Trabalho por, supostamente, colocar a vítima como caseiro e para cuidar da pocilga sem assinar a carteira de trabalho de Antônio Marcos, gerando, inclusive, acúmulo de função (caseiro e cuidador de animais – segundo a família).

Pelo menos três testemunhas da situação trabalhista de Antônio Marcos já foram arroladas na ação trabalhista.

E pasmem: o próprio dono da pocilga já declarou, em depoimento na Delegacia de Homicídios, que o porco, que ele alega ter matado Antônio Marcos, é violento, sendo que o rapaz fora colocado para trabalhar no local sem nenhum equipamento de segurança, configurando o risco no labor.

IML INOCENTA O PORCO

O Instituto de Medicina Legal (IML) de Teresina concluiu o laudo pericial no corpo do caseiro Antônio Marcos Vieira Gomes, e, concluiu que o porco é inocente no assassinato do homem. Consta no laudo cadavérico que a vítima morreu em consequência de ferimento provocado por arma branca (faca).

CLIQUE AQUI E VEJA MATÉRIA COM O LAUDO DO IML SOBRE O CASO

Mesmo assim, o Instituto de Criminalística do Estado do Piauí realizou uma perícia na arcada dentária do porco, altura do animal e comparações com ferimentos sofridos pelo caseiro.

CLIQUE AQUI E VEJA MATÉRIA COM VÍDEO DA REALIZAÇÃO DA PERÍCIA

Foto: Ilustrativa

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905