Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

FLAGRANTE! ‘Tão matando paciente à míngua no HUT’. Socorro, meu povo!

Publicado

em

O flagrante de um verdadeiro ‘território arrasado’ foi registrado pelas câmeras do jornalismo investigativo do Portal walcyvieira.com, durante três dias consecutivos no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O repórter infiltrado nos corredores do hospital estava como ‘acompanhante de um paciente’.

VÍDEO. Será que vão desmentir, como fizeram com a TV Clube? Vídeo feito dia 27/10/2023

Logo de cara, o jornalismo investigativo encontrou a paciente Djanira Oliveira dos Santos, 45 anos de idade, com câncer em estado avançado, mas internada no HUT, para tratamento de uma ferida sacral. O HUT não tem médico para atendimento oncologico e os médicos não regulam a paciente para o São Marcos, nem para o Hospital Universitário, que têm o atendimento oncologico.

CLIQUE AQUI PARA SEGUIR O CANAL DO PORTAL WALCYVIEIRA NO WHATSAPP

Na enfermaria 205, onde se encontra Djanira, a água dos bebedouros é impossível de ser consumida: é quente demais. Nas demais enfermarias a situação é similar. Só tem água em situação de consumo nas salas de entrada do HUT. Os acompanhantes precisam levar água de casa ou comprar em frente ao hospital para o consumo até mesmo dos pacientes.

O ar condicionado também não funciona na grande maioria das enfermarias. Os acompanhantes também precisam levar ventiladores. Na enfermaria 205, depois que a TV Clube fez uma matéria (inclusive, desmentida através de nota do próprio HUT), arrumaram o ar condicionado, mas continua sem ter água própria para o consumo.

NEM CURATIVO TEM NO HUT

A reportagem flagrou a empresária Selma Magalhães comprando curativos para ser feito em Djanira (ainda bem que ela guardou as notas, para caso o hospital queira tentar desmentir).

A empresária é acompanhante de Djanira. Ela já não sabe mais o que fazer para ver o nome da paciente regulado para um hospital que trate da oncologia e da ferida sacral. No HUT, a paciente padece há 90 dias, estaria lá apenas para tratar a ferida. A reportagem só não entende “como? Se no hospital nem curativo apropriado tem”!

A situação de Djanira já é de conhecimento jurídico. A família peticionou um pedido de transferência, mas enquanto não se efetiva a situação, a mulher segue no HUT, morrendo a míngua sem atendimento oncologico.

VÍDEO. Depois dessa denúncia arrumaram só o ar

Informe Publicitário

PALAVRA DO HUT

Quando da mesma denúncia de falta de água própria para consumo, da falta de medicamentos, da falta de ar condicionado e até da possível suspensão de cirurgias, publicadas há oito dias pela TV Clube, a direção do HUT divulgou nota informando que “não procederia a falta de água própria para consumo; disse que o problema do calor era apenas em alguns aparelhos de ar condicionado, mas que estaria resolvendo; que não procediam as demais denúncias jornalísticas”.

O HUT é o principal e maior hospital de urgência do Piauí. É para lá onde são encaminhadas as principais e mais graves demandas de toda a região.

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905