Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Piauí tá batendo recorde até no combate a aftosa. Nunca se viu tanto boi vacinado!

Publicado

em

O Piauí atingiu o maior número de rebanho bovídeo (bovinos e bubalinos) vacinado contra febre aftosa da história do estado. Segundo o relatório apresentado, nesta segunda-feira (24), pela Secretaria da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária (Sada) e pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi), durante a primeira etapa da campanha de vacinação de 2023, foram imunizados contra a doença 1.811.903 bovinos e bubalinos, o que corresponde a 95,79% dos animais de todo o estado.

“Houve um incremento no rebanho piauiense, significa dizer que por consequência, os criadores, os produtores do estado estão investindo na pecuária bovina, estão prevendo melhorias e estão com boas expectativas para o setor agropecuário, principalmente por conta da implementação de estabelecimentos de abate, matadouros e frigoríficos, anunciados pelo Governo do Estado. De acordo com a base de dados da Sada/Adapi, o Piauí nunca teve um rebanho como temos hoje. Chegamos a um total de 1.896.664 milhão de cabeças de gado em todo o estado e, a princípio, a nossa meta era vacinar 1.800 milhão. Mas fomos além e 1.811.903 milhão de cabeças de gado vacinadas e declaradas, o maior índice de vacinação desde 2014”, explica o gerente de Defesa Animal da Sada/Adapi, Idílio Moura.

Essa é uma conquista importante para o Piauí, que pleiteia o status de zona livre de aftosa sem vacinação, como destaca a coordenadora do Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa (PEEFA), Simone Pereira.

“Essa etapa foi um sucesso. É muito importante o estado alcançar esses valores por conta desse pleito. Nessa primeira etapa, conseguimos atingir todos os índices preconizados pelo Ministério da Agricultura, desde o índice de propriedades com registro de vacinação, que chegou a 90,53%, e esse é um dos mais difíceis, até o de vigilância nas propriedades, ou a fiscalização das vacinas nas propriedades por técnicos da Sada/Adapi, que também aumentou, abrangendo 62,5% dos municípios piauienses”, comemorou a coordenadora.

Para o secretário da Sada, Fábio Abreu, o sucesso da primeira etapa da campanha é resultado de um trabalho de educação sanitária e da conscientização do produtor. “A conscientização do produtor em vacinar o rebanho foi de extrema importância, além do trabalho de educação sanitária realizado pelos servidores da Sada/Adapi. Estamos pleiteando em um futuro bem próximo, que o Piauí se torne área livre de aftosa sem a necessidade de vacinar. Por isso estamos trabalhando e buscando esses resultados, para que possamos dar a garantia ao produtor de que vamos suspender o uso da vacina de forma segura. Só temos a parabenizar cada envolvido nessa grande conquista”, disse o secretário.

Fonte: Ascom / Repórter: Laurivânia Fernandes

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905