Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Gestão do Dr Pessoa ameaça comunidade nativa por causa de água

Publicado

em

Cento e cinquenta famílias nativas do Povoado Salôbro de Baixo, zona rural de Teresina, na PI-130, que liga a capital a Nazária, no Piauí, foram ameaçadas por dois técnicos da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) que querem, a todo custo, implantar um sistema de água contra a vontade popular e quebrando totalmente os costumes da comunidade.

“Vocês não querem, não, não é? Pois a Prefeitura de Teresina não trará mais nenhum beneficio para a comunidade”, disse o técnico G.

– “Meu amigo, vá embora. Aqui nós não queremos a água de vocês. Temos poço da comunidade e procedemos o tratamento de nossa água. No mais, qual é mesmo o benéfico que a Prefeitura de Teresina tem trazido para nós”, perguntou o líder “Escurinho”.

A ameaça de isolamento da comunidade por parte da gestão pública foi feita em uma reunião entre dois técnicos da PMT, representantes da Águas de Teresina e a comunidade. Foi na residência do morador Zé Grande.

Em outra oportunidade, o outro técnico J. da gestão do prefeito Doutor Pessoa disse para a comunidade que “vocês não têm nada aqui. Tudo é da prefeitura”.

A fala indignou mais ainda os moradores. A comunidade existe há, pelo menos, um século. Todos que estavam na reunião (pessoas com até 90 anos de idade) nasceram na localidade. Lá, funciona o Assentamento Cazulo que já foi referência em produção regional, mas há alguns anos vem perdendo forças por falta de incentivo por parte da Prefeitura de Teresina. “Até mesmo o trator para aradar a terra não vem mais”, reclamam os produtores.

Para organizar o assentamento, o Governo Federal, através do Incra, comprou a propriedade do fazendeiro Cícero Ferraz, dividiu e deixou a entrega de títulos a cargo da Prefeitura de Teresina. O que nunca ocorreu.

“O doutor Pessoa prometeu para nós, na campanha, que iria regularizar a situação; agora manda é seus técnicos vir ameaçar nós aqui”, reclama “Escurium”.

A reportagem do Portal walcyvieira.com tentou contato com a Prefeitura de Teresina, mas lá, pareciam que estavam mais perdidos do que ‘cego em tiroteio’. Também não falam ‘coisa com coisa’.

O repórter seguiu para a comunidade. Chegando lá encontrou apenas uns dois pedacinhos (pequenos) de calçamento e uma creche. Únicos benefícios da PMT.

Nem a iluminação pública (obrigação da PMT) a prefeitura se encarregou de resolver.

A comunidade realiza uma abaixo assinado para expulsar de vez qualquer tentativa de entrada da Águas de Teresina.

CLIQUE NO LINK ABAIXO E ENTRE NO NOSSO GRUPO SELETO NO TELEGRAM. RECEBA NOTÍCIAS EXCLUSIVAS E DÊ SUGESTÃO DE PAUTAS. É GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E FAÇA PARTE DA FAMÍLIA WALCYVIEIRA.COM

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905