Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Missão arqueológica franco brasileira começa nova fase na Serra das Confusões

Publicado

em

O Piauí vai receber mais uma etapa da missão arqueológica franco-brasileira. Ao todo, 14 arqueólogos brasileiros, chilenos, espanhóis e franceses vão concentrar esforços em novas descobertas na região do Parque Nacional da Serra das Confusões, sul do Piauí. A missão vai de 2 de junho até 31 de julho de 2023. Para marcar este momento, o vice-governador Themístocles Filho, no momento governador em exercício, vai participar de uma visita ao Museu do Homem Americano na sexta-feira (9).

A ideia da missão é contribuir para a ciência a partir de financiamento do Ministério da Europa e dos Assuntos Estrangeiros da França, que conta com a parceria de laboratórios das Universidades Paris-Saclay e Bordeaux Montaigne.

Ao longo dos últimos anos, a missão franco-brasileira no Piauí realizou escavações em mais de 8 sítios arqueológicos da região, ao lado do Parque Nacional da Serra da Capivara. A área que compreende os Parques Nacionais é uma das mais ricas em sítios arqueológicos do Pleistoceno, período que vai de 2,58 milhões de anos a 11.700 anos atrás em toda a América.

Esta missão mostra a parceria salutar que existe entre o Piauí e a França. “Isto proporcionou descobertas importantes sobre os homens pré-históricos das Américas. Este financiamento acontece desde 1978 para as missões arqueológicas na Serra da Capivara, lideradas, no início, pela Dra. Niède Guidon, uma cientista franco-brasileira que comemora atualmente seus 90 anos”, explica Jérémie Faucon, Cônsul da França em Recife.

A parceria antiga entre a França e o Brasil confirma a relevância internacional dessa região do Piauí, que atrai arqueólogos e turistas do mundo inteiro. “Para nós, franceses, é um grande prazer poder contribuir para o desenvolvimento da Serra da Capivara, tanto do ponto de vista da arqueologia como do turismo sustentável”, acrescenta Jérémie.

Nesta nova fase de pesquisa, um dos objetivos é a continuação da colaboração com a Universidade Federal do Piauí (UFPI), no Parque Nacional Serra das Confusões, situado a cerca de 50 quilômetros do Parque Nacional Serra da Capivara. Essa área apresenta artefatos pré-históricos similares aos da Serra da Capivara, porém em condições muito diferentes. Os estudos vão comparar os dois parques, que aparentemente, são opostos em relação às suas características, apesar da proximidade geográfica.

A missão arqueológica franco-brasileira continuará a desvendar os mistérios sobre os primeiros povos das Américas, utilizando uma abordagem multidisciplinar que combina dados geográficos, arqueológicos e genéticos. As novas fases de pesquisa permitirão avançar no conhecimento sobre os primeiros povoamentos humanos nas Américas e contribuir para o campo da arqueologia global.

Fonte: Ascom

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905