Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Fábio Abreu tá todo empolgado com o melhoramento genético de rebanhos

Publicado

em

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária (Sada), lança, nesta terça-feira (16/05/2023), em solenidade no Palácio de Karnak, às 11h30, os programas de disseminação do melhoramento genético do rebanho do Piauí, de expansão da assistência técnica a todo o estado; e de estímulo à abertura de novos empreendimentos no segmento. As propostas serão apresentadas pelo governador Rafael Fonteles e pelo secretário da Defesa Agropecuária, Fábio Abreu.

O secretário da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária destaca que essa é uma oportunidade de explicar para a população sobre as atribuições da secretaria, as metas e os resultados estipulados para os próximos anos. “Além de abarcar a assistência técnica, extensão rural e a defesa agropecuária, temos um projeto ousado, que é o pilar da nossa gestão. E não só isso, também estamos trabalhando na ampliação e melhoria de programas que eram executados pelo Emater”, explica Fábio Abreu.

Os programas desenvolvidos pela Sada levam em consideração as necessidades do estado no que diz respeito ao setor agropecuário.

Disseminação do melhoramento genético do rebanho piauiense

O Programa de Disseminação do Melhoramento Genético do Rebanho do Estado do Piauí engloba projetos e ações estratégicas para o desenvolvimento de técnicas de manejo e melhoramento genético do rebanho bovino, caprino e ovino, com adoção da biotecnologia de inseminação artificial e da utilização de reprodutores melhoradores.

Em um primeiro momento, o programa irá contemplar 5 mil pequenos e médios criadores, visando à disseminação de tecnologias, por meio de assistência técnica especializada nos 12 Territórios de Desenvolvimento do Estado, que são: Planície Litorânea; Cocais; Carnaubais; Entre Rios; Vale do Sambito; Vale do Rio Guaribas; Vale do Rio Canindé; Serra da Capivara; Vales dos Rios Piauí; Tabuleiro do Alto Parnaíba; Chapada das Mangabeiras e Chapada do Vale do Rio Itaim. A meta é de 100 mil inseminações em dois anos.

Entre os principais objetivos da proposta estão a melhoria econômica do setor agropecuário, aumento da competitividade do rebanho e da exportação de carne, abertura de mercado com agregação de valores de qualidade, melhoria nos indicadores de produção e produtividade, fornecimento de novos postos de serviços, aumento do número de cabeças de animais abatidos, aumento do número de fêmeas inseminadas, e, consequentemente, a geração de mais postos de trabalho e melhoria da qualidade de vida dos produtores.

“Esse novo projeto é um dos pilares da nossa gestão à frente da Sada. Com ele, vamos proporcionar ao pequeno e médio produtor a possibilidade de melhoria do seu rebanho. Vamos oportunizar ao cidadão lá da ponta, a organização de sua atividade e a qualidade dos produtos ofertados, ajudando também na questão econômica”, destacou Fábio Abreu.

Expansão da assistência técnica

O Programa de Expansão da Assistência Técnica prioriza a parceria com as prefeituras dos municípios para a realização de ações estratégicas com o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento e modernizar as Unidades de Assistência Técnica, Extensão Rural e Defesa Agropecuária do Estado do Piauí.

O programa é voltado para agricultores familiares, assentados de reforma agrária, ribeirinhos, pescadores artesanais, quilombolas, povos originários, pequenos e médios agricultores, abrangendo os 12 Territórios de Desenvolvimento do Estado e tem como objetivo geral, implantar uma rede de assistência técnica, extensão rural e defesa agropecuária em parcerias com as prefeituras municipais, na perspectiva agroecológica e da economia solidária.

“Pretendemos levar assistência técnica aos 224 municípios do Piauí. Atualmente, 138 mil famílias se declaram agricultores familiares e temos a meta de chegar a cada uma delas, dentro das cadeias produtivas que mais se adaptam a cada região. Teremos um longo trabalho, e esse é um programa audacioso”, destaca o secretário da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária.

Abertura de novos empreendimentos

O Programa de Estímulo à Abertura de Novos Empreendimentos é direcionado às associações e cooperativas de agricultores familiares, assentados de reforma agrária, ribeirinhos, pescadores artesanais, quilombolas, povos originários, além de pequenos e médios agricultores.

A iniciativa vai incentivar a abertura de novos empreendimentos de agroindústria comunitária, por meio do estímulo à inovação tecnológica e à pesquisa aplicada, fomento à capacitação, regularização e melhoria de boas práticas de fabricação de produtos, além de acesso a crédito subsidiado.

A meta é promover a inclusão do agricultor familiar nos processos de agroindustrialização, fixando os produtores no campo e construindo um novo modelo de desenvolvimento sustentável, além de gerar mais postos de trabalho na agricultura familiar aumentando a oferta de alimentos saudáveis, saborosos e seguros, preservando a identidade culinária e cultural dos locais de origem e melhorando a qualidade de vida destas populações.

Expansão do Água Doce

O Programa Água Doce (PAD) é uma ação do governo federal, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil que visa estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano por meio do aproveitamento sustentável de águas subterrâneas, incorporando cuidados técnicos, ambientais e sociais na implantação e gestão de sistemas de dessalinização no semiárido brasileiro, levando em consideração a característica da presença de sais nas águas subterrâneas de cada região.

No Piauí, o programa é executado pela Sada, tem 51 sistemas implantados e está presente nos seguintes territórios e municípios:

Serra da Capivara: Campo Alegre do Fidalgo e Lagoa do Barro

Vale do Rio Itaim: Curral Novo do Piauí, Betânia, Acauã, Caldeirão Grande do Piauí, Massapê e Queimada Nova

Vale do Rio Canindé: São Francisco de Assis do Piauí

Vale do Rio Piauí e Itaueira: Pedro Laurentino

Vale do Rio Guaribas: São Julião e Vila Nova

A Sada está trabalhando na ampliação do programa para que essa rede tenha uma maior expansão. A secretaria irá atuar na implantação e recuperação de sistemas de dessalinização que estão espalhados na região do cristalino, ampliando o atendimento e a produção de litros de água dessalinizada. A meta é que o número de sistemas implantados cresça de 51 para 119 e que o programa passe a atender 2.380 famílias piauienses.

“O Água Doce é um dos programas que já existem há bastante tempo e que vamos dar continuidade, um projeto extremamente importante, que proporciona qualidade de vida para as comunidades, por meio do consumo de uma água potável”, acrescentou o gestor da Sada.

Unidade do Água Doce em Betânia do Piauí

Fonte: Ascom / Repórter: Laurivânia Fernandes

Clique e Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905