Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Condenado inventou sequestro pra gastar resgate com amante

Publicado

em

“Meu marido foi sequestrado e vai ser esquartejado pelo tribunal do crime, caso eu não pague o resgate”. O pedido de socorro de uma mulher na Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) resultou na descoberta de traição, falso sequestro e na prisão de um foragido da Justiça, condenado a 9 anos de cadeia, sob acusação de roubo a um supermercado.

Mostrando mensagens no celular dos supostos bandidos e até um áudio do marido que estaria em apuros, a mulher desesperada procurou às 21h30 a DHPP desta quarta-feira (07.02.2024). No repouso do lar, o delegado titular Francisco da Chagas Costa, o Baretta (foto acima), foi acionado pelos seus policiais plantonistas e, de imediato, determinou investigações do caso.

O Núcleo de Inteligência e a Delegacia de Desaparecidos caíram em campo. Por volta de 4 horas da manhã da mesma noite, o suposto sequestrado foi encontrado no colo de uma amante, em um povoado na zona rural de Altos. Ele havia gasto todo o dinheiro que tinha e estava mandando mensagens para a esposa depositar qualquer valor como pagamento do suposto resgate.

As mensagens eram de texto, somente em um áudio, ele dizia chorando que estava em poder de bandidos perigosos e que se o resgate não fosse pago ele seria esquartejado.

A equipe do delegado Baretta puxou a ficha do ‘namorador’ e descobriu que ele tem condenação definitiva a 9 anos de prisão por crime de roubo a um supermercado na Piçarreira, zona leste de Teresina, ocorrido no ano de 2016.

Dos braços da amante, o elemento seguiu para o sistema prisional do Piauí.

Ele estava trabalhando como churrasqueiro, recebeu o pagamento e resolveu dá uma esticada com a amante.

VÍDEO. Informe Publicitário

Informe Publicitário

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905