Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Piauí alcança 2ª colocação nacional na Olimpíada Brasileira de Física

Publicado

em

O desempenho excepcional dos estudantes da Rede Pública Estadual do Piauí na Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP) levou o estado a conquistar a segunda posição em termos proporcionais de aprovações para a segunda fase deste prestigioso torneio acadêmico.

Um total de 536 estudantes piauienses se destacaram o suficiente para avançar para a segunda fase da competição, representando impressionantes 7,59% dos inscritos. Somente o estado do Ceará superou essa marca, com um percentual ligeiramente maior de 8,14%. É digno de nota também o aumento notável na participação dos alunos, com um total de 7.053 estudantes participando da primeira fase neste ano, o que representa um aumento de 70,56% em relação ao ano anterior.

O secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, atribui esse resultado expressivo às iniciativas do Programa Acelera Seduc, com destaque para o projeto Seduc Olímpica. Ele afirma: “Por meio do Seduc Olímpica, passamos a promover torneios estaduais, fortalecendo o compromisso e a preparação dos estudantes para as olimpíadas nacionais de conhecimento, com aulas e imersões conduzidas por professores especializados, além de recompensar os alunos medalhistas. As Olimpíadas têm um impacto pedagógico significativo, aprimorando as habilidades de aprendizado, a formação cidadã e o desempenho dos estudantes em todas as disciplinas e avaliações, como exemplificado pelo nosso governador Rafael, medalhista tanto em competições nacionais quanto internacionais de Olimpíadas.”

Como parte das ações do Seduc Olímpica, várias escolas incluíram em suas grades curriculares os tópicos mais exigidos pela OBFEP. O diretor do CETI Augustinho Brandão, em Cocal dos Alves, Darkson Vander, explica: “Implementamos um programa de preparação na escola que envolve professores, alunos e suas famílias, com aulas suplementares. Também realizamos um trabalho de orientação e conscientização dos alunos, ressaltando que participar e conquistar uma medalha simbolizam um ganho significativo de aprendizado, crucial para o sucesso que eles almejam em suas jornadas educacionais e profissionais. São sementes para um futuro repleto de conquistas, à semelhança de outros ex-alunos da escola que alcançaram sucesso semelhante.”

A segunda fase da OBFEP está agendada para novembro, e até lá, a Seduc continuará a oferecer aulas preparatórias para os estudantes e professores da Rede Estadual. Franklin Rinaldo, um dos coordenadores do Seduc Olímpica, destaca: “Assim como já fazemos com a Olimpíada Brasileira de Matemática, o projeto Seduc Olímpica também planeja uma programação de preparação para os alunos que participarão da segunda fase da OBFEP em novembro.

Fonte: Ascom/Repórter: Willame Lucas

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905