Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Um terço dos piauienses vive da agricultura familiar

Publicado

em

Nesta quarta-feira (5), secretários e secretárias da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural dos estados nordestinos, gestores de entidades correlatas, participaram da abertura do XXI Fórum de Eugênio Peixoto de Gestores e Gestoras da Agricultura Familiar no Nordeste, que acontece em Teresina. O eixo principal do encontro é debater e intensificar medidas e ações que buscam combater a fome na região Nordeste.

VÍDEO. Governador Rafael fala da importância

O Fórum discute perspectivas para a agricultura familiar no Nordeste, bem como o papel do poder público no avanço do desenvolvimento da produção do trabalho no campo. O novo momento que o Brasil vive, na retomada do Governo Federal com o lançamento do Plano Safra e do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), também foram destacados.

A abertura contou com as presenças do governador do Piauí, Rafael Fonteles; Paulo Câmara, presidente do Banco Nordeste; Maria Fernanda Coelho, secretária-executiva da Secretaria-Geral da Presidência; Fernanda Machiaveli, secretária-executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar; Alexandre Lima, coordenador do Fórum; e Rejane Tavares, secretária da Agricultura Familiar do Piauí. O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, participou remotamente do encontro.

O governador Rafael Fonteles citou que espaços como o fórum de gestores da agricultura familiar, são importantes para a consolidação de políticas públicas para o setor. “Parabenizo vocês por insistir e, cada vez mais, fortalecer esse fórum. É a 21ª reunião. Antes do Consórcio Nordeste, já tinha o fórum de gestores da agricultura familiar. Isso prova a importância do que nós estamos discutindo aqui” considerou.

O ministro Wellington Dias falou, através de vídeo, sobre a necessidade de integração entre estado, municípios e Governo Federal, para avançar nessa área, modernizar a agricultura familiar, e ajudar para que as pessoas possam crescer na renda e se desenvolver.

A secretária da Agricultura Familiar do Piauí, Rejane Tavares, conta que o Fórum Eugênio Peixoto é um momento de trazer também a representação dos movimentos sociais, junto ao poder público, para debater os rumos da agricultura familiar no nordeste.“Lembramos que nos últimos 6 anos perdemos o direito de nos reunir, o direito de construir e de fazer uma proposta de planejamento participativo. Neste momento, o Brasil retorna a essa possibilidade de discutir seus destinos e seus rumos. Quando a gente fala da agricultura familiar, a gente está falando também de um lugar de luta e de muita resistência. Tivemos perdas de políticas públicas e estamos aqui retomando nossa discussão, abraçando e construindo novas ideias”, cita.

O coordenador do Fórum e secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte, Alexandre Lima, afirma que o espaço do Fórum é o mais importante instrumento de debate para os rumos da agricultura familiar no país.

“Esse espaço do Fórum é muito estratégico, porque é um lugar que vai para além do governo, estamos com as agências multilaterais, movimentos sociais, coordenação de mulheres, fazendo desse fórum o mais relevante espaço de debate com o mundo rural do Brasil”, pontua Lima.

Maria Fernanda Coelho, secretária-executiva da Secretaria-Geral da Presidência da República, afirma que o Governo Federal tem aberto espaço e dialogado com os movimentos sociais. “A Secretaria-Geral da Presidência da República é um espaço de articulação dos movimentos populares, dos movimentos sociais, para que juntos possamos trazer mais  políticas públicas com essa elaboração e formulação dos movimentos”, diz.

A secretária-executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA), Fernanda Machiaveli, conta que a produção de alimentos saudáveis por meio dos trabalhadores e trabalhadoras do campo são um grande instrumento no combate à fome e às doenças crônicas. “Fizemos o lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar, fazendo com que o alimento saudável chegue na mesa das famílias brasileiras, para aqueles que produzem esses alimentos, possam diversificar seus produtos. Somos nós que vamos garantir a qualidade da alimentação, combatendo a desnutrição no sentido da fome, e também das doenças crônicas, que acometem a nossa população pela alimentação de pouca qualidade. Temos papel muito importante na estratégia de segurança alimentar”, menciona.

O encontro ocorre até sexta-feira (07/07/2023) e acontece no Gran Hotel Arrey, em Teresina, com mesas de discussões, espaços autogestionados e painéis temáticos.

Fonte: Ascom / Fotos: Jorge Bastos, Francisco Leal e Geirlys Silva

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905