Siga, Curta, Compartilhe:

Política

Ex controlador diz na Câmara que não teve desvio de recursos na FMS

Publicado

em

Em depoimento na Câmara de Teresina, o ex-controlador do município, Ricardo Teixeira de Carvalho Júnior, disse, nesta manhã de quinta-feira (23/02/2023), que não constatou nenhum tipo de desvio de recursos na Fundação Municipal de Saúde (FMS), como havia denunciado o ex-prefeito Robert Rios.

“O que constatamos foi a oportunidade pontual de melhorias”, afirmou, acrescentando que, na época, há mais de um ano, foi sugerida, após a conclusão de um relatório, a implantação de um sistema de pontos para sanar falhas na folha de pessoal.

Robert Rios havia dito que “a folha de pagamento estava inchada, tem gente recebendo mais do que deveria receber. A auditoria foi feita apenas na folha de pagamento. Um diretor colocava 20 a 30 plantões e uma pessoa que devia ganhar R$ 8 mil recebia R$ 48 a R$ 50 mil, teve pessoa que chegou a receber mais de R$ 90 mil”, denunciou o vice-prefeito, ao romper com a gestão.

A Câmara Municipal de Teresina segue tomando depoimentos, na tentativa de esclarecer os fatos denunciados, e formar entendimento sobre os denúncias apresentadas por Rios que, na época das possíveis irregularidades, era quem autorizava os pagamentos, como então secretário de Finanças.

O depoimento do ex-controlador durou cerca de três horas. O ex-presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, deve ser ouvido, pela Câmara, na segunda-feira (27/02/2023).

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905