Connect with us
Banner Doação

Política

Escola foi fechada por só ter 4 alunos. Ex-prefeita construiu sem estudo de demanda

Publicado

em

Uma escola construída pela ex-prefeita de Timon, Maranhão, Socorro Waquim, sem o devido estudo de demanda, que estava servindo para apenas quatro alunos, vem sendo usada politicamente, como trampolim, pelo filho da própria ex-prefeita, Ulisses Waquim.

Trata-se da Unidade Escolar Antônio Maurício, localizada no Povoado Prata, zona rural de Timon, desativada desde o ano de 2018, por falta de demanda (só tinham 4 alunos para a escola). Desde o fechamento da escola, nenhuma aluno da região ficou prejudicado. O transporte escolar vai buscar e deixar os estudantes, com segurança, para a unidade educacional mais próxima.

No entanto, o vereador Ulisses, como parece não encontrar nada negativo na gestão da prefeita Dinair, decidiu “arrancar defunto” plantado pela própria mãe.

“É desperdício de recursos manter toda uma estrutura escolar para apenas quatro alunos. Está claro que faltou o estudo de demanda no ato da construção da escola. O gestor público tem a obrigação de gerir os recursos de forma que não prejudique a coletividade, mas também deve se enquadrar no principio da eficiência”. Foi dentro dessa premissa que a Prefeitura de Timon fechou a unidade e remanejou os quatro alunos (na época) para a EMEF João Luís Gaú, localizada no Povoado Ponte, próximo ao Povoado Prata.

Em nota, a Prefeitura de Timon informa que já existe um planejamento para viabilizar o prédio para outra finalidade que possa atender as demandas da comunidade.

Sem explicar a real situação de economia para os cofres públicos, o vereador filho da ex-prefeita, chamou um blogueiro e, mesmo não tendo cadeado no portão da escola, numa encenação de ator fracassado, pulou, desnecessariamente, uma grade, para sair bem no vídeo e tentar induzir o timonense a acreditar em sua “trepeça parlamentar”.

Publicidade

MAIS LIDAS

Copyright - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905