Siga, Curta, Compartilhe:

Polícia

Quase 50 mil mulheres foram agredidas em 7 anos dentro de casa no Maranhão

Publicado

em

Cerca de 49,4 mil mulheres já foram atendidas pela Patrulha Maria da Penha no Maranhão. Criado em 2016, o grupamento da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), especializado em proteger mulheres de situações de violência doméstica, segue expandindo sua atuação no Estado. Já são 18 unidades e a mais recente foi instalada no município de Codó, na última quarta-feira (19/04/2023).

Além dos atendimentos, a Patrulha Maria da Penha já realizou 117,6 mil ações de visitas, rondas e ligações, cadastrou 27.438 medidas protetivas e efetuou 754 prisões. Por meio das patrulhas espalhadas no Estado, a PMMA, que integra a rede da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão (SSP-MA), já alcançou 60 municípios.

Na última quarta-feira (19), foi inaugurada mais uma Patrulha Maria da Penha, dessa vez no 17o Batalhão Regional da Polícia Militar, em Codó. A unidade será responsável por prestar segurança a mulheres em situação de vulnerabilidade decorrente da violência doméstica, familiar ou que sejam detentoras de medidas protetivas de urgência. O grupamento também vai atender a demanda relacionada a crimes contra mulheres de municípios do entorno, como Timbiras.

Vale ressaltar que, no ano passado, foram instalados 10 Patrulhas Maria da Penha no Maranhão, ou seja, mais da metade das unidades existentes atualmente no Estado. Além de Codó, os grupamentos policiais especializados em atendimento à mulher estão localizados em Pedreiras, Pinheiros, Bacabal, Presidente Dutra, Barra do Corda, Barreirinhas, Rosário, Grajaú e Buriticupu. 

Anteriormente, haviam unidades da Patrulha Maria da Penha na capital do Estado, São Luís, responsável por atender São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar (Região Metropolitana); além de Caxias, Timon, Itapecuru, Balsas, Pindaré, Imperatriz e Açailândia.

Expansão

O secretário de Segurança Pública, Maurício Ribeiro Martins, acompanhou a solenidade no 17º Batalhão em Codó e destacou a importância do serviço para a redução de crimes cometidos contra mulheres.

“A Patrulha Maria da Penha tem uma ação importante para a redução dos índices de violência contra a mulher no Maranhão. Os resultados são muito positivos. A orientação do governador Carlos Brandão é para seguirmos expandindo esse instrumento de efetivação da Lei Maria da Penha no Estado, protegendo as mulheres da violência doméstica ou familiar”, afirmou.

Para o comandante da Polícia Militar, Coronel Emerson Bezerra, a entrega reforça a ação preventiva na região. “A implantação da Patrulha da Maria da Penha representa o empenho do Governo do Maranhão, por meio da Polícia Militar, para garantir mais segurança às mulheres maranhenses. É uma ação preventiva da nossa polícia, que protege e acolhe as mulheres”, pontuou. 

Participaram também da solenidade a secretária de Estado da Mulher, Abigail Cunha; o deputado estadual, Francisco Nagib; o prefeito de Codó, José Francisco; o comandante da Polícia Militar do Maranhão, coronel Emerson Bezerra; o comandante do Policiamento do Interior, coronel Luís Alfredo; o comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar, coronel Joanilson Mota; comandante de Segurança Comunitária, major Alexsandro Silva, entre outras autoridades.

A Patrulha

A Patrulha Maria da Penha integra o Comando de Segurança Comunitária, que é ligado à SSP-MA e atua em parceria com a Justiça. O grupamento conta com efetivo próprio e viatura policial exclusiva para o trabalho humanizado que realiza. Entre as atividades que desempenham estão as rondas, visitas e ligações para o acompanhamento às vítimas.

Para integrar a Patrulha, policiais militares do 17o Batalhão de Polícia Militar participaram de capacitação, incluindo teoria e prática, com disciplinas relacionadas à prevenção e combate à violência contra a mulher. O curso teve a participação de representante da Rede de Atendimento à Mulher.

Fonte: Secom

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905