Siga, Curta, Compartilhe:

Polícia

Tenente do tiroteio da morte da menina Vitória entrega a arma para perícia

Publicado

em

A delegada Nathalia Figueiredo, titular do Núcleo de Feminicídio da Delegacia de Homicídios, tomou o depoimento e recolheu a arma de um tenente da Polícia Militar do Piauí que reagiu a um assalto que era praticado contra a manicure Dayane, resultando na morte da menina Débora Vitória, de 6 anos, no início da noite de sexta-feira (11/11/2022), no bairro Ilhotas.

O bandido autor do assalto trocou tiros com o policial – que estava nas proximidades, resultando na morte da filha de Dayane. A polícia faz questão de não disponibilizar o teor dos depoimentos, alegando que tudo ainda está em fase de investigação.

A arma do tenente será periciada para saber se o disparo que matou a criança saiu dela ou da arma do bandido que foi preso horas depois, num cerco montado pela Polícia Militrar do Piauí.

O elemento que anunciou o assalto contra Dayane havia saído do sistema prisional há poucos dias. Rompeu a tornozeleira e estava roubando celulares.

O tenente estava, de folga, nas proximidades do local do assalto. Reagiu o assalto em favor de terceiros, porém, Dayane já deu depoimento publicamente, alegando que já havia entregue o celular ao bandido e que ele nem havia sacado a arma (só mostrado o cabo) e que se o PM não tivesse reagido a filha dela não estaria morta. Disse também que Vitória foi atingida logo no primeiro tiro disparado pelo militar. Depois teve troca de tiros, finalizou.

Mas, para o delegado titular da Homicídios, Francisco das Chagas Costa, o “Barretta”, ainda é cedo para se concluir algo. “O resultado do exame balístico é quem vai informar”.

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905