Connect with us
Banner Doação

Geral

Bueiros da PMT ‘comem’ 2 pessoas em 1 mês. É assim que se cuida de gente, Doutor?

Publicado

em

Em exatos um mês e três dias, duas pessoas foram arrastadas pelas águas e mortas em bueiros, na zona leste de Teresina. Nos dois casos, a falta de galerias para escoar a água das chuvas foi apontado como fator principal para a causa da tragédia social na capital do Piauí.

A primeira vítima fatal foi o chefe de cozinha João Marcelo. O carro dele foi sugado por um bueiro na noite de um sábado, no dia 01 de janeiro, no bairro Satélite, na zona leste. Na mesma noite, outros carros foram arrastados por verdadeiro mar de lama que tomou conta de dezenas de ruas de Teresina.

A segundo caso fatal nos bueiros (verdadeiras armadilhas a céu aberto, facilmente encontrados na capital) foi o da pedagoga Wana Sara Cavalcante Henrique, 39 anos, servidora pública municipal, registrado na noite de sexta-feira (04/02/2022), na Avenida Homero Castelo Branco, da mesma zona leste.

O carro de Wana trafegava pela Homero quando foi arrastado para um bueiro que sugou o corpo da pedagoga em direção ao rio Poti.

Há anos Teresina clama por uma galeria na zona leste. O prefeito Doutor Pessoa foi eleito, inclusive, dizendo aos moradores da região que concluiria a obras e cuidaria das pessoas.

Entre os 34 dias que separam a morte do chefe de cozinha ao da pedagoga, dezenas de veículos foram arrastados pelas águas na região, provocando prejuízos materiais incalculáveis. Quando chove, existem, pelo menos, 42 locais de riscos de morte em plenos logradouros públicos de Teresina. Para todos eles, a solução seria o investimento em obras para a drenagem das águas.

Publicidade

MAIS LIDAS

Copyright - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905