Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

‘Acelera Seduc’. Educação já comemora bons resultados no Piauí

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) comemora os bons resultados do Programa  “Acelera Seduc”, de fortalecimento das ações educacionais do Piauí, lançado em março pelo governador Rafael Fonteles. O programa contou inicialmente com três projetos: “Ser Integral Faz Diferença”, “Recomposição da Aprendizagem” e “Seduc Tec”.

“Acelerar, avançar e modernizar a educação piauiense, com foco nos estudantes e em todas as oportunidades que eles terão por meio de uma escola pública de qualidade: esse é o propósito da gestão de Rafael Fonteles, que tem a educação como prioridade”, disse o secretário de Educação Washington Bandeira.

Com esse lema, o secretário Washington Bandeira iniciou sua gestão à frente da Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc) e já nos seis primeiros meses conseguiu cumprir as principais metas e prioridades previstas no Plano de Governo.

“O Acelera Seduc é um programa central que envolve todas as ações que estamos desenvolvendo e vamos seguir durante a gestão. Uma delas, é a universalização do Ensino Médio de Tempo Integral com Ensino Profissional, Técnico e Tecnológico integrado. Nós temos essa meta de, até 2025, promover a universalização nas 502 escolas de Ensino Médio que temos na Rede Pública Estadual do Piauí”, detalha o secretário.

Ser Integral Faz a Diferença

O Tempo Integral é a grande aposta do governador Rafael Fonteles. Já nos primeiros 100 dias de gestão, 104 escolas de Ensino Médio Regular foram transformadas em Tempo Integral, totalizando 200 Unidades de Ensino ofertando a modalidade. “Com essa ação, a Rede Estadual passou de 23 mil para 62 mil matrículas e de 50 para 122 municípios ofertando a modalidade de Tempo Integral. Até 2025, todas as escolas da Rede Pública Estadual que ofertam Ensino Médio terão o seu horário ampliado, passando a funcionar em Tempo Integral com Ensino Profissional e Técnico”, garante o secretário.

Seduc Tec

O Governo do Piauí também está fortalecendo a Educação Profissional, Técnica e Tecnológica com a ampliação da oferta de cursos técnicos nas escolas da Rede Estadual. “Com o Seduc Tec, iniciamos o nosso trabalho com foco na expansão da matrícula da Educação Profissional. Lançamos cinco novos cursos técnicos, que são: Desenvolvimento de Sistemas com Ênfase em Inteligência Artificial, Turismo com Ênfase em Empreendedorismo, Marketing Digital, Programação de Jogos Digitais e Sistemas de Energias Renováveis. Ao todo, 14.780 matrículas foram efetivadas pelo Seduc Tec. As matrículas abrangem 184 escolas das 21 Gerências Regionais de Educação”, diz Bandeira.

Expansão da UAPI

Ampliar a oferta de cursos da Universidade Aberta do Piauí é outra promessa de campanha do governador Rafael Fonteles que Washington Bandeira ajudou a tirar do papel. Em maio, o Governo lançou o edital da UAPI com a oferta de dois novos cursos: Tecnologia em Sistemas para Internet e Tecnologia em Energias Renováveis. “Foram 3.100 vagas, distribuídas em 61 polos, conforme Edital, com investimento total orçado em R$ 21.248.033,35 e início das aulas previsto para o segundo semestre letivo de 2023”, explica o secretário.

Oportunidade Jovem

A inclusão produtiva de adolescentes e jovens no mundo do trabalho é outra meta do governador que passa pela pasta da Educação. Ao todo, serão investidos R$ 26 milhões na oferta de 10 mil oportunidades de trabalho e emprego para jovens de 14 a 29 anos, até o ano de 2024, com o Programa Oportunidade Jovem.

Novas oportunidades de trabalho para os jovens estão sendo criadas com a implantação do Programa desde o âmbito acadêmico, com bolsas remuneradas através de monitoria estudantil, estágio curricular e extracurricular em Instituições Públicas ou Privadas, até a primeira oportunidade de emprego e trabalho. A iniciativa vai ofertar 1.500 vagas de primeiro emprego para jovens de 18 a 29 anos, até 2024, especialmente para quem está em situação de vulnerabilidade.

Pacto pela Educação

Os seis primeiros meses de gestão na Educação também foram marcados pelo fortalecimento do regime de colaboração com os municípios piauienses com o “Pacto pela Educação”. Com essa iniciativa, o Governo do Estado busca criar ações articuladas e voltadas para a melhoria dos indicadores educacionais com a expansão do Programa Piauiense de Alfabetização na Idade Certa (PPAIC), Novo Programa de Transporte Escolar (Proete) e ações de colaboração através do Sistema Estadual de Educação. “Com o Pacto, a ideia é unificar o calendário letivo, estabelecer metas educacionais compartilhadas e fortalecer os programas já existentes. Ampliamos a faixa etária que será atendida pelo PPAIC e teremos formações avançadas para os professores de creches e pré-escolas. Reformulamos o PROETE e aumentamos o valor de repasse para os municípios, para atrair novas adesões e melhorar o serviço prestado aos estudantes”, informa Bandeira.

No cenário de colaboração com os municípios, o Governo do Piauí entregou o Prêmio Alfa-10 a 12 escolas públicas estaduais e municipais do Piauí, que alcançaram os melhores resultados de alfabetização no Sistema de Avaliação Educacional do Piauí (SAEPI). Premiar e recompensar os municípios, escolas, gestores, professores e alunos, segundo indicadores, rankings, avaliações e métricas de relevância nacional e internacional, consta no Plano de Governo do governador Rafael Fonteles e já começou a ser executado pela Seduc.

1º lugar no Ideb

Para alcançar a meta do Governo de chegar ao 1º lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) lançou o Projeto Pré-Saeb, que teve como objetivo reforçar os conhecimentos nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática dos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio da rede estadual de ensino. A ação tem como foco melhorar o desempenho nas provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Melhoria dos índices de aprendizagem

Com foco no crescimento dos índices de aprendizagem do Piauí, foram realizadas várias ações para melhorar a proficiência dos estudantes, como a Recomposição da Aprendizagem, que são aulas aplicadas no contraturno para melhoria da aprendizagem de Língua Portuguesa e Matemática; o Avalia +, que promove a ampliação do número de testes, provas e simulados para avaliar o rendimento escolar dos estudantes ao longo do ano;  o Seduc Olímpica, ação voltada ao engajamento e preparação dos alunos para várias Olimpíadas de Conhecimento; e o Novo Pré-Enem Seduc, que conta com revisões, simulados e preparatórios voltados para os estudantes da 3ª série do Ensino Médio que farão vestibular em 2023.

Educação de Jovens e Adultos (EJA)

Para fortalecer a Educação de Jovens e Adultos (EJA), a Seduc vem traçando diversas estratégias para atrair jovens, adolescentes e idosos de volta à escola. A campanha de Busca Ativa tem como foco alcançar 25 mil estudantes matriculados na Rede Estadual de Ensino.

Somente nesta primeira etapa, a Seduc alcançou a marca de 43.251 alunos matriculados, através de diversas ações de mobilização promovidas pelas 21 Gerências Regionais de Educação.

Além disso, a Seduc já está executando um plano de aceleração das obras, tendo como prioridades as reformas de adequação, ampliação e modernização das escolas de Tempo Integral, quadras poliesportivas, subestações para climatização das escolas e conclusão breve das obras em andamento. “Todo nosso trabalho é focado no estudante. Nossas ações são baseadas em dados, planejadas e executadas para que os alunos matriculados em nossa Rede aprendam mais, tenham mais oportunidades de ingresso no ensino superior, no mercado de trabalho. Estou muito feliz em fazer parte desse time e de ver a Seduc trabalhando e cumprindo as metas já no primeiro semestre de governo”, finaliza o secretário Washington Bandeira.

Fonte: Ascom

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905