Siga, Curta, Compartilhe:

Cultura

Fundação de Cultura de Timon esclarece dúvidas sobre editais da Lei Paulo Gustavo

Publicado

em

Na manhã desta segunda-feira (2), o Centro de Treinamento Professor Wall Ferraz foi palco de um encontro crucial para os agentes culturais de Timon, abordando os editais da Lei Paulo Gustavo. Com a presença de representantes de diversos setoriais, a Fundação Municipal de Cultura (FMC) proporcionou uma sessão informativa para orientar e elucidar questões sobre a mencionada lei e os três editais lançados pela Prefeitura de Timon. Os técnicos da FMC conduziram a exposição, detalhando pontos cruciais, enquanto os participantes tiveram a oportunidade de fazer perguntas.

O ator Wellington Silva (Well BM), ao expressar sua decisão de aguardar o encontro antes de elaborar seu projeto, destacou a importância de compreender as especificações de cada edital para maximizar as chances de sucesso: “É melhor tirar todas as dúvidas antes, para fazer um projeto dentro dos padrões e, assim, ter mais chance de ser contemplado com o recurso.”

O montante disponível para Timon, proveniente da Lei Paulo Gustavo, totaliza R$ 1.541.021,73, visando impulsionar as atividades culturais na região. De acordo com a legislação federal, 70% desses recursos são destinados ao setor audiovisual, e a Prefeitura de Timon alinhou os três editais conforme as diretrizes federais.

Leylianne Monteiro, presidente da Fundação Municipal de Cultura, explicou: “Os três editais lançados pela Prefeitura de Timon seguem o edital federal e contemplam ações do setor audiovisual, demais áreas culturais e uma premiação de trajetória cultural, e nós organizamos de modo que sejam contemplados 98 projetos com o valor recebido, sendo 70% para o setor de audiovisual e 30% para as demais áreas”.

A Lei Paulo Gustavo, caracterizada como emergencial, busca mitigar os impactos econômicos decorrentes da pandemia de Covid-19. José Edmar, representante do setorial de repente e cordel, expressou sua perspectiva: “A pandemia atrapalhou bastante e dificultou, porque a gente não tinha como trabalhar. Então, concorrendo ao edital da Lei Paulo Gustavo, eu estou me sentindo num momento importante, porque eu vivo a cultura e estou vendo a oportunidade de a gente conseguir meios para poder trabalhar.”

Carla Sena, assessora técnica da FMC e coordenadora da comissão da Lei Paulo Gustavo em Timon, esclareceu a primeira dúvida comum: em qual edital se inscrever. “Alguns dos agentes culturais se encaixam em mais de um edital, por exemplo, mas eles precisam analisar cada detalhe, porque precisa escolher apenas um.”

A FMC disponibilizou um número (86) 9 8164-3716 para orientações e esclarecimento de dúvidas, com atendimento das 7h30 às 16h. As inscrições para os três editais permanecem abertas até 20 de outubro de 2023, através do endereço eletrônico lpg@timon.ma.gov.br.

Fonte: Ascom

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905