Siga, Curta, Compartilhe:

Coronavírus

Timon inicia aplicação de reforço com vacina bivalente contra Covid na quarta

Publicado

em

A Prefeitura de Timon, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inicia, na próxima quarta-feira (1), a aplicação do reforço com vacina bivalente contra a Covid-19.

Nesta primeira etapa, o público-alvo serão idosos com idade a partir de 70 anos e pessoas imunocomprometidas de 12 anos ou mais. A vacinação bivalente será disponibilizada em ponto fixo e drive-thru no Cocais Shopping, de terça a sexta-feira das 8h até 15h.

A coordenadora de epidemiologia, Clayre Anne Vasconcelos, explica que para receber o reforço bivalente, é preciso que a pessoa tenha concluído ao menos o esquema primário da imunização contra a Covid, que inclui a vacinação com duas primeiras doses ou dose única.

“O intervalo entre a última dose tomada com o reforço bivalente deve ser de 4 meses. É preciso levar o cartão de vacina, cartão do SUS ou CPF, documento de identificação e comprovante de residência de Timon. No caso dos imunocomprometidos, é preciso apresentar laudo médico. Conforme calendário do Ministério da Saúde e a chegada de novas doses, vamos ampliando o público prioritário”, adianta.

*Vacina protege contra variantes*

Na última sexta-feira (24), os profissionais de saúde do município participaram de treinamento sobre o novo reforço. O imunizante bivalente conta com cepas atualizadas contra o coronavírus, incluindo a proteção referente à variante Ômicron.

O secretário municipal de Saúde, Márcio Sá, ressalta que o início da aplicação do reforço bivalente representa mais uma etapa importante no combate ao coronavírus.

“Os dados epidemiológicos mostram como as vacinas salvam vidas. Em Timon, seguimos com zero internações por Covid e sem óbitos registrados este ano. Isso é resultado da vacinação, que desde o início é prioridade da prefeita Dinair Veloso. E , agora com o reforço bivalente, vamos nos proteger mais ainda e iremos vencer essa pandemia”, destaca o secretário.

Imunocomprometidos

Segundo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), elaborado pelo Ministério da Saúde, as pessoas imunocomprometidas são aquelas:

– com imunodeficiência primária grave;

– que estejam fazendo tratamento de quimioterapia para câncer;

– transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) e façam uso de drogas imunossupressoras;

– com HIV/AIDS;

– que façam uso de corticoides em doses de 20 mg ou mais por dia de prednisona ou equivalente, por período igual ou maior que 14 dias;

– utilizem drogas modificadoras da resposta imune;

– com condições auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;

– que estejam fazendo hemodiálise; e

– com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

Fonte: Ascom

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905