Connect with us
Banner Doação

Política

Ministro cita o Piauí em tom arrogante e preconceituoso e não pede desculpas ao povo, só ao colega

Publicado

em

“Nem aqui, nem no Piauí”. A frase em tom preconceituoso e arrogante contra o Estado nordestino, foi proferida pelo ministro Gilmar Mendes, durante o julgamento (no STF) da parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro no processo que condenou o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

Horas depois, Gilmar Mendes pediu desculpas ao ministro Nunes Marques, mas, em nenhum momento pediu desculpas ao povo piauiense. “Quero que o ministro Nunes Marques não personalize a referência que fiz ao Piauí. Eu também venho de um pequeno estado e longe de mim fazer qualquer referência a qualquer estado ou sobretudo incidir… a minha trajetória não permite isso… não incidir em qualquer discriminação”, disse.

A frase do ministro do STF ganhou repercussão imediata nas rede sociais: “Nem aqui nem no Piauí seria defensável a interceptação telefônica sobre advogados, autorizada por Sergio Moro no processo do triplex de Lula”, disse Gilmar, ao comentar o voto do também ministro Nunes Marques.

E foi no Piauí, precisamente, na capital do Estado, que Gilmar Mendes esteve no dia 23 de março de 2019, ministrando palestra de Direito Constitucional. Na época, foi recebido calorosamente na aula inaugural de mestrado em Direito Constitucional no ICEV.

Publicidade

MAIS LIDAS

Copyright - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905