Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Feira em Teresina reúne produção de 15 associações de agricultores familiares

Publicado

em

A segunda edição da Quitanda da Agricultura Familiar, promovida pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) e que faz parte da Feirinha Verde da Universidade Federal do Piauí (UFPI), contou, neste domingo (21), com a participação de aproximadamente 15 associações e cooperativas de produção da agricultura familiar na região de Teresina e entorno, conhecida como Cinturão Verde. A ação faz parte do Programa de Valorização da Agricultura Familiar do governo do Piauí.

Agricultoras familiares do Quilombo Periperi, na zona rural de Amarante, participaram pela primeira vez do evento. Além das hortaliças, o grupo trabalha com a produção e venda de artesanato. Para Marciane Sobral, vice-presidente do Conselho Comunitário do Quilombo Periperi, a feira foi um sucesso. “É nossa primeira vez aqui na feira. A convite da SAF, a gente está participando, e está sendo maravilhosa para a gente, está tendo uma boa aceitação, nosso feijão acabou bem cedo, e todos os nossos produtos estão saindo bem. Esperamos que seja a primeira de muitas feiras”, enfatizou a produtora.

Para a secretária de Estado da Agricultura Familiar, Rejane Tavares, a Quitanda dentro da Feirinha Verde da UFPI tem por objetivo facilitar a comercialização de produtores da região de Teresina e entorno. Ela ressalta que a secretaria pretende ampliar o número de feiras.

“Essa é mais uma estratégia da SAF de fortalecer esses eventos. Muito em breve, estaremos com feiras da agricultura familiar todas as semanas aqui em Teresina, em espaços diferentes, onde iremos divulgar o cronograma para que a população participe e venha comprar os produtos da agricultura familiar. Produtos saudáveis, sem agrotóxico, produtos que fazem bem à saúde”, citou a gestora.

Quem vai até a feita em busca de um produto de agricultores familiares não se arrepende. O professor Jefferson Leite comprou banana, puba, chips a base de banana, licor e mel e disse que prioriza produtos da agricultura familiar. “A gente vem procurar produtos variados que são da agricultura familiar, porque dou preferência a esse tipo de produto. Seria muito bom se tivéssemos diariamente produtos como esse, para que a gente pudesse aproveitar, inclusive mostrar para os amigos. Essas feiras devem ser incentivadas e ampliadas”, defendeu o visitante.

Parceria com a Sasc

Quem também participou da Quitanda da Agricultura Familiar, neste domingo (21), foi a secretária de Estado da Assistência Social, Regina Sousa. Nesta edição da Quitanda, foi feita uma parceria entre a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) e a SAF, por meio do Programa de Alimentação Saudável (PAS). A ideia é que os produtos que não forem vendidos pelos feirantes sejam adquiridos pela Sasc para serem utilizadas nas instituições de acolhimento da secretaria.

“A Sasc é responsável por alimentar algumas pessoas, como crianças e adolescentes acolhidos por instituições, e agora a gente tem essa parceria com a SAF, que tem esse grande banco de alimentos do estado. Então, toda a questão alimentar, a compra de alimentos, a distribuição, a SAF vai fazer. E a Sasc vai indicar as pessoas, entidades que devem receber, os que realmente necessitam”, frisou a gestora.

Para a secretária da SAF, essa parceria é importante por ajudar os feirantes a venderem os produtos e por contribuir no combate à fome no Piauí. “O excedente de produtos que sobram na feira, que são produtos não perecíveis e que podem ser distribuídos, nós encaminhamos para as comunidades ou para as instituições que são vinculadas à Sasc. Esse é o nosso trabalho em parceria de cuidar das pessoas e de fazer um trabalho que permita combater a fome no estado do Piauí”, citou Rejane Tavares.

CLIQUE NO LINK ABAIXO E ENTRE NO NOSSO GRUPO SELETO NO TELEGRAM. RECEBA NOTÍCIAS EXCLUSIVAS E DÊ SUGESTÃO DE PAUTAS. É GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E FAÇA PARTE DA FAMÍLIA WALCYVIEIRA.COM

Fonte: Ascom / Repórter: Roberto Araujo

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905