Siga, Curta, Compartilhe:

Geral

Lula e Rafael tão investindo R$ 20 milhões para encher o bucho do povo no PI

Publicado

em

O Governo do Estado e o Governo Federal terão investido no Piauí, até fim deste ano, mais de R$ 20 milhões em programas de segurança alimentar, que beneficiam quem produz alimentos e pessoas que estão com fome ou insegurança alimentar, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – federal, e o Programa de Alimentação Saudável (PAS) – estadual. Os números dos programas foram apresentados, nesta quarta-feira (04/10/2023), ao governador Rafael Fonteles, pela secretária da Agricultura Familiar, Rejane Tavares, durante reunião no Palácio de Karnak.

VÍDEO. Governador Rafael e Rejane

O PAA e o PAS consistem na compra, pelo poder público, dos alimentos produzidos por agricultores familiares. Após a aquisição, os programas doam a produção a entidades sociais, que fazem a distribuição para as famílias carentes. 

“O Piauí já tem o seu programa e agora temos o retorno do PAA federal com o presidente Lula. Essas ações são muito especiais porque beneficiam duplamente a população: quem produz o alimento e quem está precisando”, afirmou Rafael Fonteles.

De janeiro a setembro deste ano, ambos os programas compraram R$ 7,5 milhões de alimentos produzidos na agricultura familiar do Piauí, sendo R$ 4 milhões por meio do PAS e R$ 3,5 milhões do PAA. Foram beneficiados 1.383 trabalhadores rurais e 211 instituições que doaram a produção para 92 mil famílias.

Rejane Tavares afirmou que até o fim do ano serão executados R$ 3,5 milhões do PAS, R$ 5 milhões do PAA e R$ 3 milhões do PAA Leite. Este último consiste na compra de leite de vaca ou de cabra de agricultores familiares. “Já temos cadastrados 1.015 agricultores prontos para venderem seus produtos na próxima etapa do PAA, cujo resultado do edital saiu esta semana”, destacou a secretária.

Dessa forma, somando ao que já foi investido e ao que ainda será executado, os dois programas terão aplicado R$ 20 milhões na economia local. “Isso significa que vamos dobrar o número de famílias beneficiadas. É o Governo do Estado e o governo federal do presidente Lula, juntos, para fortalecer a agricultura familiar e acabar com a fome no Piauí e no Brasil”, concluiu Rafael Fonteles.

Os recursos dos programas são distribuídos de forma proporcional ao número de registros por território de desenvolvimento do Piauí no Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF). Também há critérios que priorizam a participação de mulheres, negros, juventude rural, indígena, assentado da reforma agrária, cadastrado no Programa Nacional de Crédito Fundiário, comunidades tradicionais e inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais.

Fonte: CCom

MAIS LIDAS

Copyright © - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905