Connect with us
Banner Doação

Esportes

Educação do PI conquista mais de 200 premiações na 17ª edição da Obmep

Publicado

em

Os estudantes da rede estadual de ensino do Piauí continuam sendo destaque em competições de conhecimento. Na 17ª Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), realizada em 2022, a soma de medalhas de ouro, prata, bronze e menções honrosas chega a 240, sendo duas de ouro, além de cinco professores e nove escolas premiadas. A preparação dos estudantes, que já faz parte da rotina das escolas, integra as ferramentas pedagógicas para incentivar o estudo da área.

De acordo com Lafayette Carvalho, supervisora Estadual da Obmep, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) incentiva as escolas da rede dando assistência desde o período de inscrição até a premiação. “Nós fizemos várias lives direcionadas aos gerentes, coordenadores pedagógicos e professores para incentivá-los nas atividades. Temos, também, uma importante parceria com a Universidade Federal do Piauí (UFPI) para essa preparação”, disse a coordenadora.

O medalhista de ouro, Allyson de Sousa Almeida, é estudante do 2º ano do ensino Médio do CETI Monsenhor Melo, no bairro São Cristovão, em Teresina. Além dele, a escola ainda teve uma medalha de prata, três de bronze e dez menções honrosas. Allyson, inclusive, conta que a preparação foi intensa e a matemática é uma das suas disciplinas preferidas.

“Participar da Obmep foi bastante difícil. Eu já tinha participado da Olimpíada em 2018, quando ganhei a medalha de bronze e também em 2019. Cheguei em 2022 com uma tarefa muito difícil, que era conseguir me preparar e voltar a uma rotina diária de estudos. Nesse processo, a escola entrou com todo o suporte, toda a base e todo o preparo que eu poderia ter para a realizar essa prova”, disse Allyson.

As medalhas de ouro também,foram conquistadas em Cocal do Alves, no CETI Augustinho Brandão, e na Unidade Escolar José Basson. Os estudantes do CETI Severo Maria, de Santa Cruz do Piauí; CETI Inês Rocha, de Piracuruca; Unidade Escolar Gayoso e Almendra, de Batalha; e Unidade Escolar Gervásio Costa, da Piçarreira, são alguns exemplos de escolas que também tiveram medalhistas na competição.

A gerente da regional de Barras, Maria do Perpétua Socorro Lustosa, explica que está bastante feliz com os resultados. “A equipe técnica da 2ª GRE acompanha bimestralmente as escolas, que, em seu trabalho pedagógico, realizam mentoria”, disse a gerente. Ela comenta ainda que a interdisciplinaridade é outro ponto relevante e os professores de matemática e física trabalham juntos para fortalecer os resultados.

“Ao longo dos anos, a rede estadual entende que essas competições pedagógicas são meios de proporcionar um estudo para as diversas áreas. Nós incentivamos os educadores a se prepararem e temos uma equipe em constante ação para planejar atividades não só nas escolas, mas por meio da Mediação Tecnológica. Isso tudo tem dado a oportunidade de todos receberem as informações necessárias e o resultado se reflete na quantidade de premiações”, disse o secretário da Educação, Ellen Gera.

Publicidade

MAIS LIDAS

Copyright - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905