Connect with us

Geral

Técnicos do Interpi preparados para operação e sobrevoos

Publicado

em

Engenheiros, analistas, consultores e pessoal de informática do Instituto de Terras do Piauí (Interpi) estão participando do curso “Utilização de Drones – Teoria e Aplicação”, promovido pelo Interpi em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-PI), para qualificar as equipes e aprofundar os conhecimentos na utilização de drones nos trabalhos de campo, como georreferenciamentos e vistorias de imóveis rurais e também a demarcação urbanística – REURB em lotes urbanos.

A abertura do curso “Utilização de Drones” aconteceu na manhã desta segunda-feira (25), na sede do Interpi, com a presença do representante de mobilização do SENAR-PI, José Paulo Ferreira. O curso está sendo ministrado pelos instrutores do SENAR-PI, Patrick e Rafael e a qualificação será desenvolvida na modalidade teórica e também com práticas de sobrevoos em campo (Fazenda Soares), até a quarta-feira (27).

Durante a abertura e apresentação dos instrutores, o gerente de Operações, Celso Costa destacou que o caráter estratégico do curso para o Interpi, como órgão que é responsável pela regularização fundiária no Estado. “Nós temos os equipamentos adquiridos recentemente e também já estamos utilizando drones há algum tempo, mas, nem todos tinham feitos o curso ainda. Então, esse momento é muito importante para aprender, adquirir conhecimento e prática com esse tipo de equipamento que será cada vez mais utilizado daqui pra frente”, avaliou.

De acordo com o gerente, os equipamentos já estão sendo usados nos assentamentos, vilas e núcleos urbanos, onde o Interpi está realizando trabalho de REURB, a exemplo das Vilas Real Copagre e Embrapa, em Teresina, e também em outros trabalhos de campo nos municípios.

“Nós temos dois setores que já estão utilizando a tecnologia de sobrevoos (drones) para coleta de dados para o rastreamento de marcos (coordenadas) e delimitação de perímetros: a equipe de REURB, coordenado pela arquiteta e urbanista Deisy Brito, que está trabalhando com as regularização nas vilas e núcleos urbanos e nas vistorias de imóveis rurais onerosos, as fazendas de grande porte, porque nesses imóveis, as equipes precisam percorrer todo o terreno, o que representa custos e muito tempo empregados”, declarou Celso Costa.

José Paulo Ferreira, do Senar-PI, explica que o curso ensina, basicamente, a parte de operação do drone, os sobrevoos e coletas de dados, detalhamento sobre o GPS, porque é um curso voltado para a prática, para o meio rural, considerando que este setor não tem o mesmo conhecimento tecnológico que as pessoas da cidade, por isso, o SENAR-PI se preocupa em elaborar cursos que possam ser bem assimilados pelo público atendido”, finaliza.

Clique e Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

MAIS LIDAS

Copyright - Desde 2008. Portal Walcy Vieira. WhatsApp (86) 99865-3905